Memorial do Consumo

As campanhas de sucesso da “velha” Nova Schin

ivete-brown
A Heineken anunciou esta semana a aquisição da Brasil Kirin – criada em 2011, com a aquisição da Nova Schin pela japonesa Kirin – e, com isso, se tornou a segunda maior cervejaria do Brasil atrás apenas da Ambev. O negócio, estimado em cerca de R$ 2,2 bilhões, incluiu as marcas Schin, Devassa, Baden Baden e Eisenbahn.

O mercado de cervejas no País sempre envolveu grandes disputas. De acordo com a Euromonitor, o Brasil é o terceiro maior mercado do mundo, atrás apenas da China e Estados Unidos, com venda total, em 2015, de 13,5 bilhões de litros. A liderança do mercado é da Ambev, com participação acima de 60%. Atrás da gigante está o Grupo Petrópolis, com 14%. Em terceiro e quarto lugares, até então, ficavam a Heineken, com 9% de participação e a Brasil Kirin, com 8,4% – que, a partir de agora, se tornam uma companhia só por aqui.

Criada em 1989, a Schin nasceu quando a empresa Schincariol, fundada em 1939 por Primo Schincariol, filho de imigrante italiano, na cidade de Itu, interior do estado de São Paulo, resolveu expandir sua linha de produtos e ingressar em uma nova categoria no mercado com o lançamento de sua cerveja. Com o tempo, a marca caiu no gosto popular e abocanhou fatias consideráveis do mercado, especialmente no interior do estado de São Paulo. Em pouco mais de dez anos de produção, a Schincariol atingiu 10% de participação de mercado.

Nestes anos, acompanhamos grandes mudanças em sua comunicação para o consumidor. Foi Schin, passou a ser Nova Schin e, depois de uma grande queda nas vendas, voltou para seu nome original. Confira algumas das maiores campanhas da marca – que contou com a participação lendária de Zeca Pagodinho, em 2003, fez grandes investimentos no carnaval de Salvador e Rio de Janeiro, com o patrocínio de trios, blocos e camarotes e contratou, em 2007, a cantora Ivete Sangalo. Veja:

Experimenta – Atores globais, mais de 500 figurantes e ele, Zeca Pagodinho, estrela da campanha e que envolveu uma extensa briga judicial entre Ambev e a Schincariol

CervejÃO – Em 2011, para lançar sua nova comunicação, a Schin contou com Ivete Sangalo e Carlinhos Brown para atingir seu público

Porque sim! – Depois da aquisição pelos japoneses, a Schin mudou novamente o conceito de sua campanha. Adotou apenas a justificativa sobre escolhas diferentes do dia-a-dia

Fontes:
Meio & Mensagem
Mundo das Marcas

SOBRE O AUTOR

é jornalista e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas do Consumo da ESPM-SP.