Memorial do Consumo

Os Estudos Críticos do Discurso na Comunicação

Como sabemos, os Estudos Críticos do Discurso (ECD) são de grande valia para as pesquisas do campo da Comunicação. Ademais, tantos os ECD quanto os estudos da Comunicação como um todo, possuem uma característica multidisciplinar, ou seja, são o resultado da soma de conhecimentos das diversas disciplinas que os constituem como por exemplo, a Linguística e a Semiótica.

O Prof. Dr. Luiz Peres-Neto, em seu artigo acerca dos usos dos ECD no campo da Comunicação, faz um grande resumo sobre a tradição desses estudos dentro do nosso campo de atuação e mostra a importância e dos ECD para as pesquisas em Comunicação, trazendo discussões de autores importantes como Van Dijk (2003) e Fairclough (2003). No artigo, Peres-Neto resume o pensamento e entendimento de diversos teóricos acerca do tema e ao final, propõe uma metodologia para a aplicação dos ECD nas pesquisas em Comunicação.

O autor argumenta que nos Estudos Críticos do Discurso, é preciso entender a linguagem como uma prática sociocultural e assim, entender que os discursos se constituem em um espaço de interações sociais e culturais onde a linguagem e a ideologia estão entrelaçadas. Nesse sentido, Peres-Neto afirma que o pesquisador, ao optar por por utilizar os ECD em sua pesquisa, opta também por seguir uma ideologia e defender uma ideia e uma expressão política como agente de processos de mudanças sociais.

Porém, é preciso atentar ao fato de que, embora o pesquisador, ao optar pelos ECD, revele sua ideologia e seu comprometimento com a mudança social, é preciso se comprometer para a construção de um discurso e uma análise reflexiva e crítica, e não meramente ideológica.

Quanto a metodologia para aplicação dos ECD nas pesquisas em Comunicação, Peres-Neto afirma que o pesquisador, em função de seu objeto de estudo, deve construir um mosaico analítico que compreenda um caminho próprio para a realização da análise, através da combinação de técnicas e métodos em relação a um objeto, que por sua vez, são sustentadas por um conjunto de teorias acerca do tema.

Para saber mais, confira o artigo completo aqui.

SOBRE O AUTOR

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas do Consumo da ESPM-SP. Graduada em Publicidade e Propaganda pela ESPM-SP.