Memorial do Consumo

Livi: “me sinto cidadão quando consumo”

João-Livi_MEDIAUm dos nomes mais conhecidos da criação publicitária nacional, João Livi é Chief Executive Officer (CEO) da agência Talent Marcel. Formado pela PUC-RS, é um dos indicados ao Prêmio Caboré deste ano como melhor criativo do país – Livi já levou o troféu para casa em 2012. Além disso, é autor e co-autor de uma série de campanhas conhecidas pelos brasileiros, entre as quais “Tipo Net”, “Pergunta lá no posto Ipiranga”, “Rugby. Isso ainda vai ser grande no Brasil” e faz parte do Board Criativo Mundial da Publicis, além de ter trabalhado em agências como MPM, Mccann, DPZ e F/Nazca, antes da Talent, onde está há nada menos do que 18 anos.

Memorial do Consumo: Você está há quase 20 anos na Talent Marcel. Lembra com quantos anunciantes de consumo trabalhou?
João Livi: Foram muitos. De cabeça, Nestlé, Lacta, GM , Unilever, Sadia (depois BRF), Estadão, Nintendo, Alpargatas, Itaú, Banco Nacional, Sudameris, Banco Real, Net, Claro, Boticário, Ipiranga e Tigre – entre outros, claro.

Memorial do Consumo: Quando você começou a se interessar por propaganda?
Livi: Sempre tive interesse, mas sem ser aqueles fanáticos redatores mirins. Estava à distância, mais focado em economia.

Memorial do Consumo: Qual a sua memória sobre publicidade e consumo na infância?
Livi: Uma publicidade doce, inocente e divertida.

Memorial do Consumo: Suas práticas de consumo ao longo da sua vida influenciam no seu trabalho?
Livi: Uma parte sim. A outra foi, na verdade, influenciada pelos novos conceitos que aprendi fazendo publicidade.

Memorial do Consumo: Como o seu trabalho influencia suas práticas de consumo?
Livi: A vida das empresas tem muito conteúdo e muito conhecimento. É uma boa forma de, com um pouco de filtro, assumir novos comportamentos.

Memorial do Consumo: Como você se vê influenciando o consumo de uma família?
Livi: Com o tipo de propaganda que produzo e com a regulação que temos, não influenciamos consumo de famílias sem a contrapartida de propostas melhores de como fazer as coisas.

Memorial do Consumo: O que o consumo representa para você?
Livi: Não sou consumista, mas me sinto cidadão e atualizado quando faço compras.

SOBRE O AUTOR

é jornalista e mestrando do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas do Consumo da ESPM-SP.