Memorial do Consumo

Historicidade do Consumo de Coca-Cola

A Coca-Cola foi criada em 1886 e possui um acervo publicitário gigantesco. Antes de ser consumida como um refrigerante, como é hoje, as primeiras peças publicitárias da marca mostram que a bebida já foi consumida de diversas maneiras e com propósitos distintos.

Logo após o lançamento da marca Coca-Cola, as campanhas publicitárias evidenciavam argumentos médicos para o consumo da bebida. O anúncio abaixo mostra que era considerada um “tônico cerebral” e poderia curar até mesmo dores de cabeça.

coca cola propaganda antiga 1890

No início, o produto era vendido em farmácias e comercializado apenas em copos que custavam cerca de 5 centavos de dólar. A bebida era utilizada também com o objetivo de recuperar a energia e aliviar o cansaço.

propaganda antiga da coca cola 1896

Algumas décadas após seu lançamento, as propagandas da marca passaram a sugerir que a bebida pudesse ser consumida como um refresco para tempos quentes e para aliviar o calor.

coca cola propaganda antiga

Em 1930, a Coca-Cola fez a primeira propaganda usando a imagem do Papai Noel durante as vendas de Natal. O anúncio abaixo é um dos primeiros da marca com a presença desse personagem.

primeira propaganda da coca cola com papai noel

Já na década de 50, as propagandas da marca afirmavam que a bebida proporcionava qualidade de vida e te deixava ’em forma’.

coca cola boa forma anos 50

Hoje sabemos que a Coca-Cola é uma bebida que não traz de fato algum benefício para a saúde e que, quando consumida em excesso pode trazer prejuízos. Porém o sucesso da bebida mundialmente conhecida permanece e suas campanhas publicitárias continuam entrando para a história.

Via Propagandas Históricas

SOBRE O AUTOR

Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas do Consumo da ESPM-SP. Graduada em Publicidade e Propaganda pela ESPM-SP.