Memorial do Consumo

Unboxing da LOL Surprise Dolls é publicidade ou não?

l.o.l-surpriseAbrimos o espaço do Memorial para que nossos colegas acadêmicos de fora do PPGCOM-ESPM também possam divulgar suas pesquisas envolvendo o mundo da comunicação e do consumo. Abaixo, Jullie Sammur, graduanda de jornalismo na Universidade Federal de Alagoas conta da sua pesquisa:

Minha pesquisa é sobre as bonequinhas colecionáveis “LOL Surprise Dolls”. São mini bonecas que vêm dentro de uma bola com várias camadas, onde em cada uma delas há um acessório (sapato, bolsa, roupas) para a boneca que pode ser encontrada na última camada. Dentro também há um catálogo com todas as bonecas que estão disponíveis para serem colecionadas. Há bonecas que são mais comuns e fáceis de serem encontradas e há as raras. Essas bonecas ficaram muito famosas, praticamente todas as crianças conhecem ou possuem uma LOL, porém a publicidade em torno deste brinquedo não foi por meio das mídias tradicionais (televisão, outdoor, rádio, jornal), mas através do YouTube, utilizando-se de uma estratégia bastante famosa ultimamente: a empresa envia um produto para o influenciador digital, no caso, o Youtuber, então ele grava um vídeo mostrando o produto recebido, o que ele espera que seja, a sua reação ao abrir o produto e uma avaliação final.  Este tipo de vídeo se chama “Unboxing”, que significa desembrulhar ou tirar da caixa.

 

A minha pesquisa avalia como esses vídeos influenciam o consumo infantil. Para isto, eu utilizo uma teoria chamada abordagem empírico-experimental, que leva em consideração a popularidade e credibilidade do comunicador que está passando a mensagem, a argumentação (se mostra pontos positivos e negativos ou apenas um dos lados) e se há explicitação das conclusões, ou seja, se fica claro a opinião final sobre o produto. Com isso, eu busco analisar se estes vídeos realmente induzem ao consumo utilizando estas técnicas.

 

Realmente, estas técnicas são bastante conhecidas e utilizadas, e induzem ao consumo, ainda mais quando se trata de crianças que são facilmente influenciáveis. Quanto mais o Youtuber for conhecido e amado pelo seu público, qualquer produto que ele utilize virará um desejo de consumo.

 

Além do mais, muitos conteúdos do Youtube são reproduzidos por outros Youtubers em seus canais, aumentando assim a repercussão dos produtos. Por exemplo, um Youtuber famoso mostra o momento em que abre um brinquedo novo e fala que gostou muito, outro Youtuber irá fazer este mesmo vídeo, porém dando sua própria opinião e assim por diante. Esta pesquisa me fez refletir sobre o quanto estamos ficando mais consumistas desde a infância. Nossas crianças já são bombardeadas e induzidas ao consumo desde muito cedo, sempre buscando possuir brinquedos e objetos para se sentirem aceitas nas brincadeiras e nas rodas de amizades. Além disso, um brinquedo faz muito sucesso hoje e daqui a um mês nem se fala mais nele.

 

Enquanto sociedade devemos nos atentar, pois futuramente estes serão os cidadãos do planeta. É necessário um consumo consciente, pois o consumo exagerado traz riscos não só para os nossos bolsos, mas também para o planeta, a medida que quanto mais objetos são produzidos e descartados, mais lixo haverá futuramente.

Foi muito interessante perceber a fundo como funciona a propaganda no meio do YouTube, como as empresas se utilizam deste canal para atingir seus públicos de forma precisa. Também foi interessante ver a quantidade de conteúdo sobre este tipo de vídeo, o que demonstra o sucesso. Pretendo dar continuidade a esta pesquisa e ir mais a fundo sobre esta questão de consumo no espaço digital.

 

O artigo da Julie foi apresentado no Comunicon 2018 e você pode ler na íntegra aqui. Já o Lattes dela você pode conferir aqui. Conhecia a LOL Surprise? Você pode ver um desses vídeos de unboxing da boneca aqui.

SOBRE O AUTOR

é curiosa, adora viajar e perguntar o porquê das coisas. Se formou na ESPM e trabalhou em grandes agências. Hoje atua como redatora, pesquisadora e estrategista independente. É mestranda do PPGCOM-SP