Memorial do Consumo

Author: rosa fonseca

Tubo de Ensaio
Xadrez
Um método para analisar a interação Jogo X Jogador

  Quando o assunto é jogo, diversas teorias parecem convergir em torno do envolvimento os jogadores como uma condição fundamental ao processo lúdico. Em outras palavras, uma vez envolvidos em um jogo, os jogadores concentrariam parte considerável da sua atenção nessa atividade. Isto posto, como mensurar o grau de envolvimento de um jogador em ação? Com […]

Tubo de Ensaio
A voz continua a mesma, mas os cabelos....
Mas e o cabelos, tem diferença?

A moda e a publicidade sempre deram preferência a estereótipos de aparência que consideram mais atrativos comercialmente. Para explicar como moda e publicidade atuam juntas nesse mercado, o antropólogo Grant McCracken apresentou um esquema em que, primeiro, personalidades desses dois ramos compreendem quais classificações e ideias estão presentes na cultura e desenvolvem e promovem bens […]

Tubo de Ensaio
O caso Napster
Thanks for sharing

Os mais novos podem achar estranha essa informação, mas houve um tempo em que música não circulava pela internet. Não havia YouTube, Spotify, Apple Music ou Google Play. MP3 era uma sigla desconhecida. Para consumir música, assistia-se à extinta MTV Brasil ou compravam-se CDs (quase sempre a preços nada amigáveis). Até a pirataria era pouco acessível nessa […]

Tubo de Ensaio
being a man
Corpos discordantes, virilidades heterogêneas

Você já se perguntou: o que é ser homem? Ou melhor: como a propaganda se apropria do universo masculino para criar suas próprias verdades? Ou ainda: como esses ideais de masculinidades são redesenhados e incorporados na vida cotidiana? Na pesquisa Corpos Discordantes, Virilidades Heterogêneas, Arthur Zambone, graduando da ESPM-SP, procura desdobrar indagações e provocações em relação aos materiais publicitários que edificam […]

Tubo de Ensaio
Um olhar para o fast fashion

De que maneira a oferta do varejo fast fashion – modelo de negócios baseado na venda de roupas e acessórios em ritmo acelerado – se relaciona com o nosso cotidiano? Essa pergunta norteou Luisa Moura, graduanda da ESPM-SP em seu projeto de iniciação científica. “Para explorar essa questão, recorri aos estudos sociais e estudos do consumo, que destacam como os nossos […]

Abordagens sobre Consumo
Por um novo nome para as Redes Sociais

Na peça Romeu e Julieta, Shakespeare dedica um ato inteiro à reflexão sobre a força de um nome. No marketing, toda uma técnica foi desenvolvida para a criação de nomes para marcas e produtos – o naming. Na lei e nos costumes, de tempos em tempos, um novo conjunto de palavras emerge como corretas ou censuráveis. […]

Abordagens sobre Consumo
Campanha Meu Melhor Defeito
Meu melhor defeito: uma campanha para publicitários

Há poucas semanas, o Clube de Criação, uma entidade representativa da propaganda brasileira, lançou uma campanha publicitária voltada aos novos profissionais: www.youtube.com/watch?v=tSI5-melk9g  O belo filme versa sobre o cotidiano de trabalho em uma agência de propaganda. Longe de apresentar um cenário glamouroso e vanguardista, a narrativa põe sob o holofote as dificuldades enfrentadas por quem trabalha nessa indústria: os estereótipos, […]

Notícias do Consumo
E aí, Freguesia?
A força da vendinha

Quero convidá-lo, caro leitor, a uma reflexão sobre as marcas de bairro. Será que você tem alguma memória afetiva ligada a um desses estabelecimentos? A cantina da escola, a lojinha de doces da rua, o bazar tem-de-tudo no caminho da escola, o carrinho do sorvete, a feira livre, a mercearia do bairro, a locadora da […]

Consumo em Cápsulas
Venda de livros no Metrô de SP
Quanto vale o show?

Adam Smith acreditava que o mundo tende a um equilíbrio natural. Para ele, cada indivíduo, agindo livremente, em busca de seu bem individual, acaba por colaborar para o alcance do bem-comum. É válido pontuar que Smith oferecia tal argumento em uma sociedade suntuária, dominada por interesses de nobres e clérigos, mal saída do mundo medieval. Em […]

Teias das Memórias
Gislaine Dalmazo
Gislaine Dalmazo, 35 anos, diarista

“Quando penso nas coisas que comprei ao longo da vida que mais me entusiasmaram, lembro logo de três itens, bem diferentes entre eles. O primeiro é a coleção de papel de carta da minha infância. Dos 8 até uns 14 anos, aqueles papéis de carta eram a minha alegria. Nunca parei para contá-los, mas calculo […]